Paris Vision

A doença que afeta a Lua, filha de Thiago Leifert

BLOG PARIS | postado em 08/02/2022

Olá internautas!

Hoje vamos falar sobre um tema que está sendo muito comentado nos últimos dias, o câncer nos olhos da filha de Thiago Leifert.

O assunto ficou em alta após o alerta do apresentador Tiago Leifert e sua esposa Daiana Garbin, que usaram as redes sociais para relatar a batalha que estão travando contra o câncer da filha, de apenas um ano. A doença é conhecida como Retinoblastoma, você já tinha ouvido falar?

O retinoblastoma é um tipo de tumor no olho, próprio da infância, e que pode aparecer do nascimento aos cinco anos de idade, sendo mais comum antes dos 4 anos. Ele é maligno e originário de células da retina, a parte do olho responsável pela visão. Apesar de ser agressivo e ter potencial de causar cegueira, é passível de tratamento, se identificado precocemente.

Quando acomete os dois olhos, pode indicar a presença da doença em outros órgãos ou sistemas. Quando acontece em um olho só, geralmente é esporádico.

CAUSAS

O problema costuma estar associado a mutações em determinados genes que controlam o aparecimento de tumores, podendo ser ou não hereditário.

SINTOMAS

Nas fases iniciais, o retinoblastoma não provoca sintomas, por isso, a avaliação oftalmológica nos primeiros meses de vida é fundamental. Com o aumento da lesão, o reflexo da pupila passa a apresentar uma alteração perceptível. Isso quer dizer que, diante do flash de uma câmera, os olhos ficam vermelhos na foto. Em crianças com retinoblastoma, o reflexo aparece branco e brilhante, semelhante aos olhos de um gato.

COMO PREVENIR

A recomendação é visitar um especialista alguns dias após o nascimento e repetir os exames oculares após seis semanas de vida do bebê. Se tudo estiver bem, as consultas devem ser anuais, de acordo com a orientação do médico, até os cinco anos de idade. Mesmo realizando o teste do olhinho no momento do nascimento, ainda é recomendado visitar um oftalmologista.

O médico irá avaliar o comportamento visual e resposta da criança à luz, bem como os movimentos e eventuais alterações em sua visão, além de checar as estruturas oculares e o fundo do olho. Isso ajuda a diagnosticar não só o retinoblastoma como outros problemas que podem surgir no nascimento, como a catarata congênita.

TRATAMENTO

Atualmente, existem várias opções de tratamento disponíveis, entre elas, cirurgia, radioterapia, fotocoagulação, crioterapia, termoterapia e quimioterapia, que devem ser consideradas pelo especialista individualmente. Mesmo depois de finalizar o esquema terapêutico, a criança deverá fazer exames regulares, durante algum tempo, que costuma variar caso a caso. Se o retinoblastoma for hereditário, o controle deverá ser mais rigoroso, para rastrear possíveis tumores que podem vir associados.

É de extrema importância visitar um oftalmologista regularmente, pois esta é a melhor maneira de se prevenir e identificar problemas na visão, seja na infância ou na vida adulta!

Esperamos ter esclarecido melhor o assunto pra vocês, e qualquer dúvida estamos a disposição!

Um beijo,
Equipe Paris Vision

Chat, fale conosco

Carregando..
Receba todas novidades
Diretamente no seu e-mail
@parisvisionoticas
parisvision no instagram
  • Entregamos Para Todo Brasil
  • Produtos 100% Originais
  • Compre Com Segurança
  • Entrega Rápida
  • Formas de Pagamento
    Segurança e Certificação

    Eduardo Freitas Carvalho EPP. CNPJ: 26.149.836/0001-46. © 2020 - Óticas Paris Vision

    commerceplus-logo
    Chame no WhatsApp

    Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, desempenho e recomendar conteúdos de seu interesse. Ao continuar, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

    Continuar